Brasilian Music Treasure Hunt
-notes from a search for musical treasure from Brazil -a quest for insight and understanding with a tendency to lapse into compulsive shopping


links open windows




This page is powered by Blogger. Why isn't yours?





Subscribe with Bloglines


contact





home





2005-12-21
Estadão:
Calendário do Som em cores vivas
A Itiberê Orquestra Família lança CD duplo com 27 temas do livro de Hemeto Pascoal e homenageia o mestre com shows

Alô Música:
Entrevista com Léa Freire
Ela é multi-instrumentista, compositora, empresária – já foi professora e tentou ‘desviar’ da música, mas, para o bem te todos, voltou com força para o palco, estúdios e lançou o Selo Maritaca, que domina um dos mais belos acervos da música instrumental brasileira...
Numa conversa muito divertida e inteligente, Léa Freire nos conta sua trajetória, sua paixão pela música e sua batalha como “empresária”...

Gafieiras:
Pela primeira vez, toda a voz de Aldir Blanc
Marquem aí na agenda. Em 2005, o compositor Aldir Blanc gravou pela primeira vez um disco como intérprete de suas próprias músicas. Vida noturna (Lua Music) é o nome do CD.

JB Online:
ABL - Vinicius de Moraes: linguagem poética
Sempre que me toca reler a poesia de Vinicius de Moraes, mais me convenço de que até hoje não lhe fizeram a devida justiça, seja por indigência exegética seja por preconceito literário.

JC Online:
Novidade e nostalgia
Entre os lançamentos da semana, o CD de estréia de Flávia Bittencourt e a volta de Kleiton & Kledir

Folha Online:
Sesc lança CDs de sambistas cariocas
O Candongueiro, tradicional roda de samba carioca, lança nos dias 28 e 29 deste mês no Sesc Pompéia, em São Paulo, os CDs autorais de Luís Grande, Zé Luiz e Jurandir da Mangueira, três sambistas cariocas. Será o primeiro trabalho destes cantores e compositores lançados no mercado.
Banda Mantiqueira lança CD no Sesc
O repertório destaca obras de Dorival Caymmi, Luiz Gonzaga, Joyce e o jazz do saxofonista norte-americano Sonny Rollins.

Correio da Bahia:
Elis Regina em estado de graça
Elis Regina não precisou morrer para ser considerada a maior cantora brasileira. Já era a tal quando partiu, em 19 de janeiro de 1982, com apenas 36 anos, vítima de uma estúpida overdose de cocaína. Aqueles que torciam o nariz para essa distinção eram os que não conseguiam separar a intérprete brilhante da mulher insegura intelectualmente, de temperamento forte e, às vezes, atitudes antipáticas com colegas.
O Carnaval memorável do Gigante de Bagdá
Durante 20 anos, os foliões do Carnaval de Salvador assistiam encantados ao Gigante de Bagdá e suas criações surreais. Entre 1959 e 1979, o personagem afro-oriental do carnavalesco Nelson Maleiro foi uma das aguardadas atrações da festa, sempre percorrendo os circuitos extra-oficiais - reservados aos indesejados blocos de negros - com carros alegóricos que transportavam tubarões gigantes, dragões que cuspiam fogo, elefantes, baleias e afins.