Brasilian Music Treasure Hunt
-notes from a search for musical treasure from Brazil -a quest for insight and understanding with a tendency to lapse into compulsive shopping


links open windows




This page is powered by Blogger. Why isn't yours?





Subscribe with Bloglines


contact





home





2005-10-15
O Povo:
Na mansidão do samba
Para ouvir a melodia do cavaquinho ecoar pelo Theatro José de Alencar. Paulinho da Viola sintetiza mais de 40 anos de carreira em Para Ver As Meninas, novo show que apresenta hoje, em Fortaleza. Ícone do samba, ele cumpre uma mini-turnê pelo Nordeste. O POVO conversou com o mestre

JB Online:
Música: O jet-samba de Marcos Valle
A bossa nova não teria durado tanto (com direito a tantas ressurreições) se não tivesse uma ala de compositores com tal refinamento e consistência. Marcos Valle integra a segunda dentição da bossa e já incorpora o subseqüente sotaque funk (Bar inglês), mas tudo dentro da elegância harmônica ímpar de seus pares.

Folha Online:
Gilberto Gil diz que sente "falta da música"
O ministro brasileiro da Cultura, Gilberto Gil, fez nesta sexta-feira em Paris uma ardente defesa da Convenção sobre a Diversidade Cultural, que será submetida na próxima semana à conferência geral da Unesco, e se declarou "satisfeito" com seu trabalho ministerial, embora reconheça que "lhe falta um pouco" de música.
"Segundo", de Maria Rita, é o disco mais vendido em SP
Cerca de um mês após o seu lançamento, "Segundo", de Maria Rita, chega ao topo da lista de CDs mais vendidos em São Paulo --tanto na categoria de artistas nacionais quanto no ranking geral.
Violeiro Passoca evoca Adoniran e João Pacífico
Diz Passoca, 55, que a música dele fica onde começa a cidade e termina o campo e onde termina o campo e começa a cidade. A definição do violeiro pode soar imprecisa, em princípio, mas, ao escutar os três discos da caixa "Passoca - 30 Anos", nota-se esse caráter de "música de fronteira".

Estadão:
Show tem canções que Moacir Santos traz na memória
Compositor participa do show que divulga o CD Choros & Alegria, no Ibirapuera, com 15 músicas inéditas cantadas pela Banda Ouro Negro

Parababélico:
HÁ BATERIAS... E baterias...
Olha só a formação da bateria de uma escola de samba. Tipo, a coisa começou mais modesta nos primórdios, mas depois o povo pirou e a coisa foi crescendo, hoje tem 400 integrantes, por aí. É, pro bem ou pro mal, uma orquestra de responsa. Quer dizer, o tipo de complexidade rítmica que um conjunto como esse permite tem que ser superior ao de uma bateria de jazz-rock normal.