Brasilian Music Treasure Hunt
-notes from a search for musical treasure from Brazil -a quest for insight and understanding with a tendency to lapse into compulsive shopping


links open windows




This page is powered by Blogger. Why isn't yours?





Subscribe with Bloglines


contact





home





2004-04-15
O Tempo:
Cesar, Elis & Tom
Trinta anos depois, o encontro em disco do maior compositor e da maior cantora brasileiros volta ao mercado em uma nova mixagem (nada a ver com a onda "remix"). Durante três meses, Cesar Camargo Mariano, que co-produziu, tocou piano e fez praticamente todos os arranjos de "Elis & Tom", em 1974, se enfurnou nos estúdios da Trama, em São Paulo (ao lado do engenheiro de som Luis Paulo Serafim), para a empreitada. O álbum, que está sendo remasterizado em um estúdio norte-americano, será relançado em agosto dentro do projeto "Elis & Tom – Edição Especial": uma caixa contendo o CD e um DVD

O Povo:
Batuque de parceria
Ney Matogrosso surpreende mais uma vez e coloca nas lojas CD em parceria com o grupo carioca Pedro Luís e A Parede. Vagabundo reúne o preciosismo vocal de Ney e a batucada pop dos criadores do Monobloco
Diálogos de Ney
Buscar parcerias não é novidade na carreira de Ney Matogrosso. É bom lembrar que ele foi buscar o diálogo com músicos do porte de Arthur Moreira Lima, Paulo Moura e Rafael Rabello o suporte necessário para dar uma guinada na sua carreira com o projeto camerístico Pescador de Pérolas (1987), onde abandonou momentaneamente o figurino exótico e a performance espalhafatosa, assumindo uma postura de palco contida e ternos bem cortados. Posteriormente Ney e Raphael fizeram juntos o CD À Flor da Pele (1990), somente voz e violão.

O Globo:
Ney Matogrosso e Pedro Luís e a Parede abrem temporada nacional no Canecão
A parede percussiva da banda de Pedro Luís encontra o gingado caliente de Ney Matogrosso numa temporada de duas semanas no Canecão que abre a turnê oficial de Vagabundo, o disco que juntou o batuque com o rei do rebolado sério candidato a show do ano.
Tuca Andrada, protagonista de 'Orlando Silva, o cantor das multidões', fala sobre o musical
Tuca Andrada mal se lembrava das canções de Orlando Silva que seu pai botava para tocar na velha vitrola quando se deparou com o cantor nas páginas de "Estrela solitária", biografia de Garrincha - o ator fazia o papel do jogador na época, no musical "Crioula", sobre a vida de Elza Soares.

O Dia:
Musical para multidões
Tuca Andrada estréia peça sobre o cantor Orlando Silva, com clássicos da Era do Rádio
Rápido apogeu e muito sofrimento
Considerado o melhor dos grandes cantores da era do rádio - ao lado de Francisco Alves, Silvio Caldas e Carlos Galhardo -, Orlando Silva teve uma história complicada.

Diário do Nordeste:
Violino no choro
Em dois shows hoje no Centro Cultural Banco do Nordeste, o maestro Gladson Carvalho exemplifica como o violino pode ser utilizado - e cair bem - no universo do choro

JB Online:
Um escurinho genioso
Diz-se por aí que Geraldo Pereira (1918-1955) foi assassinado por Madame Satã, o legendário malandro homossexual da Lapa. De fato, a briga entre os dois aconteceu, mas não há provas de que tenha sido a causa da morte.