Brasilian Music Treasure Hunt
-notes from a search for musical treasure from Brazil -a quest for insight and understanding with a tendency to lapse into compulsive shopping


links open windows




This page is powered by Blogger. Why isn't yours?





Subscribe with Bloglines


contact





home





2004-02-15
JB Online:
Todos os ritmos do Cordão
Variedade marca a estréia do Boitatá

Correio da Bahia:
Gordurinha
Waldeck Artur de Macedo integra o filé da casta de cronistas nordestinos
Gordurinha/ Anos de glória e ruína
"Hits" dos anos 60 conferem ao artista contrato com a Continental mas a fama o leva à decadência
Gordurinha/ Fragmentos soltos no tempo
Névoa envolve a trajetória do garoto nascido no bairro da Saúde em agosto de 1922
Gordurinha/ Humorista raro na cidade maravilhosa
Gordurinha viu o sonho realizado nos anos 50 quando passou a integrar o "cast" da Rádio Nacional
Gordurinha/ Menino levado
A composição ?~~Baiano burro nasce morto?~~ era a vedete nos alto-falantes do Maracanã em 1959
Gordurinha/ Tributo ao mestre esquecido
Pesquisadores descobrem pelo menos 10 músicas de autoria do baiano Gordurinha

revista paradoXo:
Carmen Miranda foi a primeira artista a assinar contrato com uma rádio
Saiba aqui um pouco mais da vida dessa cantora que fez história com a música brasileira
Raridade resgatada
Languidez, primeiro disco de Jane Duboc, é relançado

O Povo:
Carnaval voluntário
Um panorama crítico do carnaval de Fortaleza, feito por grupos autônomos decididos a antecipar a folia e agremiações carnavalescas que garantem a festa oficial às custas de muito empenho - com pouco ou nenhum apoio governamental. Na berlinda, carnavalescos de carteirinhas, foliões e governantes
A crítica na avenida
Carnavalescos e presidentes de agremiações que participam do carnaval de rua de Fortaleza reclamam de falta de incentivo
A Fortaleza do carnaval
Uma terra onde o carnaval começa no primeiro sábado do ano, com a descida do bloco Cheiro pela rua João Cordeiro, e só termina com o desfile na avenida Domingos Olímpio
Numa entrevista junto a vários carnavalescos...
Numa entrevista junto a vários carnavalescos presentes ao Fórum do Carnaval 2002, você dizia que o papel do poder público municipal era unicamente garantir a infra-estrutura da festa. Seu pensamento continua o mesmo?

Diário de S. Paulo:
Jorge Aragão em nova fase no Olympia
Sambista que acabou de lançar CD mostra seus maiores sucessos na Lapa

Diário do Nordeste:
Carnaval em câmera lenta
Sempre que se aproxima o período do Carnaval, os mesmos questionamentos voltam a servir de polêmica sobre o real conceito que deveria identificar a cidade de Fortaleza nos dias consagrados à folia. Este ano, a propaganda oficial para atrair turistas centra seu apelo no fato de que Fortaleza seria, nesta época, um oásis de tranqüilidade, cidade ideal para quem deseja fugir da agitação carnavalesca.


JC Online:
Justa homenagem aos mestres
Por coincidência, em 2004, dois ícones do Carnaval pernambucano completariam cem anos: Edgard Ramos de Moraes e Lourenço da Fonseca Barbosa.
Lirismo é a tônica de Edgard Moraes
Edgard Moraes foi mais atuante nos velhos carnavais do Recife. Assim como o irmão mais velho, Raul Moraes, (nascido em 1891 e falecido em 1937), ele fez música para vários blocos, conta-se que em um único ano, nada menos que 12 agremiações desfilaram com marchas assinadas por Edgard Moraes.
Capiba, santo de casa faz milagre
Lourenço da Fonseca Barbosa é nome pouco familiar aos pernambucanos. Já o apelido pelo qual foi chamado toda a vida, Capiba, para os conterrâneos é sinônimo de Carnaval.

O Popular:
Os caminhos da sanfona
Projeto O Brasil da Sanfona relaciona 164 tocadores e afinadores do instrumento em todo o País
‘Tocar sem pinga não dá’
“Toca sanfoneiro, toca”, pede uma das homenagens que Gonzagão fez em música aos sanfoneiros.
Sotaques em som e imagem
Dois primeiros cds resultantes do projeto O Brasil da Sanfona mostram a riqueza da música com base nesse instrumento no País, nas mais diferentes regiões
Nordeste + Brasil Central
O volume Nordeste + Brasil Central destaca quatro virtuoses de um lado (Camarão, Arlindo dos 8 Baixos, Dominguinhos e Zé Calixto) e duas lendas regionais de outro (Dino Rocha e Zino Prado).
Rio Grande do Sul + São Paulo
O CD Rio Grande do Sul + São Paulo traz a riqueza ambivalente dos gaúchos Gilberto Monteiro, Renato Borghetti, Luciano Maia e Oscar dos Reis e os paulistas Toninho Ferragutti, Caçulinha e as damas sanfoneiras Gilda Montans e Meire Genaro (em duo) e Regina Weissmann.