Brasilian Music Treasure Hunt
-notes from a search for musical treasure from Brazil -a quest for insight and understanding with a tendency to lapse into compulsive shopping


links open windows




This page is powered by Blogger. Why isn't yours?





Subscribe with Bloglines


contact





home





2004-01-19
JC Online:
Naná rege batuqueiros na rua
Percussionista comanda, cheio de entusiasmo e um pouco de nostalgia, os ensaios com 11 maracatus para a abertura do Carnaval com a Banda Sinfônica do Recife
Desejo é reviver velhos carnavais
Com tamanha nostalgia a respeito do Carnaval ainda efervescentes em sua memória, da infância à primeira fase de sua vida profissional no Recife, pode-se concluir que Naná Vasconcelos viu na proposta de reunir os maracatus da cidade – agora, ele como maestro – a possibilidade de resgatar um pouco do clima dos antigos Carnavais.
Percussionista quer também inovar
A preocupação do percussionista Naná Vasconcelos é não perder a oportunidade de abertura de um espaço para as manifestações de origem africanas, fato raro no passado, e garantir sua permanência. Para ele, a quebra do preconceito em relação ao maracatu se deve em grande parte aos trabalhos de Chico Science e do Maracatu Nação Pernambuco, a partir dos anos de 1990.

Louco por Vinil:
Teca Calazans
Por muitos anos fiquei sem escutar Teca. Lembro-me que ela fazia parte de minha infância, em Fortaleza, sempre tocando na FM, numa época em que a gente podia escutar Teca & Ricardo no rádio.

Nas Rodas do Samba:
Prestando contas
Como eu havia prometido contar, a seção de gravação que participei no disco do Rogerinho 7 cordas foi demais. Rogerinho, Marcelinho, Mauro Diniz, Amoy e eu tiramos uma grande onda no samba instrumental chamado "Violão na gafieira" de autoria do Rogerinho.

Revista E:
Companheiro Violão
Turíbio Santos fala de como se tornou um dos mais premiados instrumentistas do mundo

Carta Capital:
O Samba Reinventado
O jornalista Tárik de Souza mostra o percurso dos maiores bambas da música brasileira e faz picadinho dos seus diluidores.

Papo de Samba