Brasilian Music Treasure Hunt
-notes from a search for musical treasure from Brazil -a quest for insight and understanding with a tendency to lapse into compulsive shopping


links open windows




This page is powered by Blogger. Why isn't yours?





Subscribe with Bloglines


contact





home





2001-08-30
no.com.br : Discos : SongBôscoli
Em disco dedicado a Ronaldo Bôscoli, Leny Andrade tem momentos memoráveis quando espana o óbvio que insiste em dominar esta revisão da obra que é um dos pilares da bossa nova.

A Tarde:
Dona do dom
Maria Bethânia completa 35 anos de carreira com novo disco e show de lançamento memorável.
Entrevista - Dona do dom
Jobim por Ivan
Chega às lojas o novo disco de Ivan Lins em que ele presta tributo ao mestre Tom Jobim.

CliqueMusic:
Festa em CD e no palco para Maria Bethânia
Cantora lança o álbum Maricotinha e faz show com astros da MPB para celebrar seus 35 anos de carreira

O Estado de S. Paulo:
Bethânia celebra 35 anos de carreira com novo CD
'Maricotinha' também marca os 55 anos de vida da cantora, que se sente mais livre do que nunca para escolher o que quer interpretar e diz que se orgulha dessa liberdade conquistada desde a infância
Canções estão agrupadas de forma sutil
Ela abre o álbum com homenagem a artistas, vai para as românticas e encerra com Caymmi
Gênese e cristalização da moderna música nacional
Dois pacotes trazem os primeiros discos de Jorge Benjor (da Universal Music) e os derradeiros de Tim Maia (da Paradoxx Music), redefinindo o percurso da era de maior suingue, intuição e ousadia da música brasileira - na qual pontificaram essas duas grandes estrelas
Samba Esquema Novo
Falar em modernidade é chover no molhado. Em Samba Esquema Novo (1963), Jorge Ben subverte a função melódica do violão e coloca o instrumento a serviço do ritmo. A grande novidade é a batida percussiva (que na maiorida das vezes se dá ao luxo de dispensar o contrabaixo nas orquestrações assinadas por gente como os maestros Gaya e Carlos Monteiro de Souza).
Sacundin Ben Samba
Os puristas torceram o nariz, mas público e artistas que tinham realmente o que dizer nos anos 60 embarcaram no esquema. Só para se ter uma idéia, Tom Jobim era um dos poucos entusiastas de Jorge Ben na época do lançamento de Sacundin Ben Samba (1964).
Ben É Samba Bom
Como informa o texto de apresentação de Ben É Samba Bom (1964), Jorge Ben busca inspirações em ritmos ou linhas melódicas alienígenas. Não se trata de figura de linguagem. Descalço no Parque dá início à viagem, num clima que remete aos filmes noir.
Tim Maia e Os cariocas: Amigos do Rei
Em 1991, incentivado pelo produtor Almir Chediak, Tim gravou Tim Maia Interpreta Clássicos da Bossa Nova, cantando Folha de Papel (Sérgio Ricardo), Wave (Tom Jobim), A Rã (João Donato e Caetano Veloso) e Eu e a Brisa (Johnny Alf), entre outras. Suas escolhas recaem sobre clássicos realmente duros de interpretar, talvez para provar sua qualidade técnica.
What a Wonderful World (Oldies but Goodies)
Em maio de 1996, nos Estúdios do Recreio, tendo como arranjador Ricardo Henrique, o Ringo, Tim Maia gravou standards da música americana em What a Wonderful World (Oldies but Goodies), tais como Chain Gang e What a Wonderful World, gravadas por Sam Cooke em 1960, ou Save the last Dance for Me, sucesso dos Drifters no mesmo ano.
Tim Maia interpreta clássicos da Bossa Nova
O disco de Tim Maia com Os Cariocas começa brejeiro, com a versão deles para Ter Você É Ter Razão (de Dominguinhos e Climério). Com o próprio Dominguinhos na sanfona e arranjo de Severino Filho, fundador d'Os Cariocas em 1942, a canção ganha um peso de clássico. Mas é um samba de Lenine e Bráulio Tavares, Amigo do Rei, que vai batizar o encontro, gravado em 1996. "Juro que eu conheço esse futuro, é por ele que eu procuro", diz a letra.

O Povo:
Noites do Norte
A sonoridade quente da percussão marca de forma incisiva o show Noites do Norte, de Caetano Veloso e banda. Hoje, em apresentação única na barraca Opção Futuro, ele leva ao palco novas e antigas canções que fazem referência - direta ou indireta - à escravidão no Brasil

Correio da Bahia:
Outra boa notícia da Manguetown
A cantora pernambucana Mônica Feijó, estréia com "Aurora 5365"
Diversidade instrumental
O guitarrista Jurandir Santana mistura ritmos brasileiros e jazz contemporâneo, em show que realiza hoje, às 21h, no Teatro Sesi

Jurandir Santana

Totalguitar.com.br:
Alex Mesquita
Confira a entrevista com Alex Mesquita, que fala do início de sua carreira, a decisão de estudar nos EUA e a volta para o Brasil. Além de alguns detalhes da experiência no GIT, em Los Angeles, Alex fala das pesquisas de um vocabulário musical brasileiro, o início de sua carreira solo, seus discos preferidos e lista todos os efeitos e instrumentos do seu setup.
Luiz Fernando (LF)
Não perca a entrevista com um dos baixistas mais grooveiros de Salvador, "Lefê". Numa conversa muito descontraída, durante a passagem de som de um show com o guitarrista e cantor Márcio Mello, "Lefê" fala dos seus baixistas preferidos, das dificuldades para viver de música na Bahia e detona quem pensa que música é só uma brincadeira. Confira!

Cultura-e:
Te-manduco-não-manduca: a música popular de São Paulo
Existe música paulista? De que maneiras uma cidade se imprime na música feita por quem vive nela? Essas perguntas estiveram no ar, para mim, durante a semana de palestra, workshop e shows que fiz no CCBB de São Paulo.

Diário Popular:
Música de Caymmi inspira disco de Maria Bethânia
Maricotinha, de Dorival Caymmi, dá título ao álbum

Diário do Grande ABC:
Acústico pioneiro de Gil sai em DVD
Morre a viúva de Noel Rosa

iG - Instrumentos e figurinos de Caetano Veloso são recuperados pela polícia
Os objetos estavam em um caminhão abandonado na Avenida Brasil, próximo à Parada de Lucas, e foram levados para a 27ª DP (Vicente de Carvalho)

ISTOÉ Gente:
Fragmentos - Modernas Tradições
Naná Vasconcelos leva sua percussão singular ao cinema

Jornal de Brasília:
Jobiniando pelo mundo afora
Novo disco de Ivan Lins mergulha na bossa nova e homenageia Tom Jobim, um gênio brasileiro.
Netinho cai no samba-rock
Coração Aberto, sucesso do Negritude Jr., dá nome ao primeiro
disco solo de Netinho, que será lançado em setembro.
Chico César é animação certa
O cantor e compositor paraibano faz show hoje à noite no Taguatinga Shopping.

Jornal do Brasil:
Novo CD de Ana de Hollanda
Ana de Hollanda passou um ano inteiro mergulhada num universo de cerca de 1.500 músicas. Era o que ela precisava para quebrar um jejum de seis anos sem disco novo.

MPB FM - 90,3:
Moraes Moreira no PALCO Top MPB
No programa Palco Top MPB do dia 04/09 (21h), não perca: Os Cariocas, ao vivo, no auditório da MPB FM.

O Globo:
Maria Bethânia, sua voz e seus sábios silêncios
Os primeiros acordes de violão ouvidos na faixa que abre o novo CD de Maria Bethânia têm um acento delicadamente árabe. Em seguida, a canção de Chico César - um dos pontos altos do repertório - adquire forma quase religiosa, realçada pela voz poderosa da cantora. Nenhum acaso produziu a beleza desse começo e, de certo modo, do clima de todo o disco. Tudo foi pensado.
Irmã de Chico Buarque lança terceiro CD
Não é fácil ser cantora em uma família que já conta com gente como Chico Buarque, Miúcha, Bebel Gilberto, Cristina Buarque e até, por tabela, com João Gilberto. Comendo pelas beiradas, Ana de Hollanda, mais uma das filhas de dona Maria Amélia com o historiador Sérgio Buarque de Hollanda, busca seu espaço. Ela está lançando "Um filme" (Jam), seu terceiro CD, no Mistura Fina, hoje, às 21h30m.

Senhor F - A Revista do Rock:
Entrevista com Rogério Duprat
O maestro Rogério Duprat tem uma importância na história do tropicalismo e do rock nacional por vezes menosprezada. Em edição anterior de Senhor F, o maestro foi manchete da revista, com texto sobre a sua obra e, especialmente, sobre o seu disco mais raro - A Banda Tropicalista do Duprat, que gravou com participação dos Mutantes, em 1968. Nesta edição, trazemos entrevista com Duprat, que continua jovem, irreverente, antenado e, principalmente, consciente do papel que ele e seus parceiros de aventura tropicalista significam para a música brasileira.
Os Sambeatles - A melhor versão samba dos Beatles
'Os Sambeatles' é nada mais nada menos do que um trio liderado pelo pianista Manfredo Fest, para muitos, um dos melhores do país. Com ele, tocam o baixista Matias e o baterista Humberto Guy. O disco é de 1965, e foi lançado pela gravadora Fermata. Sem maiores informações, o álbum não consta da maioria das biografias do músico.
Samba, funk e outras levadas
A série 'Samba & Soul', produzida por Charles Gavin, chegou às lojas trazendo novas maravilhas das negras melodiais nacionais dos anos 60 e 70. No pacote, tem Cassiano, Gerson King Combo, União Black, Hyldon, Lady Zu e mais quatro clássicos de Jorge Ben.
A beat-psicodelia recifense dos 60/70
Em 1978, o lançamento de 'Avohay' com Zé Ramalho (ex-'da Paraíba') consolidava a presença da moderna música nordestina no cenário musical brasileiro, que cresceu e tornou-se parte definitiva do mix sonoro nacional. Antes dele, em 1972, Alceu Valença e Geraldo Azevedo já tinham se aventurado pelo centro do país em busca de espaço, gravando, com ajuda de Rogério Duprat, um raro álbum anunciando as novas sonoridades nordestinas, ainda ignoradas. Em 1972, também chegava às lojas o primeiro álbum do Quinteto Violado que, apesar de trazer uma versão quase progressiva de 'Asa Branca', ainda estava preso às formas musicais mais tradicionais da música da região.

A História Secreta do Rock Brasileiro-Psicodelia & Progressivo

Terra:
Hebe Camargo se emociona com parcerias em novo CD

Folha Online:
Hebe Camargo lança CD com convidados ilustres
Hebe revela segredos dos bastidores da gravação de seu novo CD